segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Saudade de suas notas...


Saudade do que numca tive...
Saudade de você...
Saudade de ver como numca vi...
Te acordar...
Te desejar um bom dia...
Proferir palavras suaves...
Pra dispertar seu carinho...
Te falar bobagens...
Pra despertar seu sorriso...
Mostrar quem sou...
Sinto falta do que numca foi meu...
Mas que meu coração ainda não entende...
Que existe um elo...grande...
Que se chama tempo...
Simplismente sinto saudade de ti...
Saudade daquela música...
Que me faz lembrar você...

Na simplicidade selvagem...

sábado, 24 de outubro de 2009


MINHA DESPEDIDA!!!
Não é um adeus definitivo...
Preciso de tempo...
Vou sair pelo mundo...
Vou viajar...
Estudar..
Vou curar as feridas da alma...
E também do coração....
Vou analisar o mundo os Astros...
Mas levo todos vocês em meu coração...
Vou deixar a porta aberta para quem quiser...
Visitar-me e deixar o seu recado...
Onde quer que eu esteja...
Sempre que der passarei para lhe visitar...
Sou errante...
Viajante do tempo...
Eu sou como o vento...
Apenas eu passo...
Se sentires um leve aroma de jasmim....
Serei eu que estarei chegando...
Pra matar minha saudade...
Dos amigos que aqui deixei...
Vou passar na Argentina...
Vou dançar um tango de Gardel...
Vou levar meu cajón...
Vou rimar meus versos...
Vou ouvir meu coração...
Vou apreciar a natureza...
Vou observar o colorido das flores...
Vou melhorar meu visual...
Vou aos anjos agradecer...
Não é um adeus...
Apenas uma partida...
Na vida precisamos inovar novos caminhos...
E eu ainda sou uma mera aprendiz...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009


Banda Marauê

Composição: Banda Marauê
Gosto de te olhar quando você sorri

Já fico a imaginar quando eu vou te ter pra mim, é

Espero pra te ver passar embaixo da minha janela

So pra ver se vai me olhar, pra valer a minha espera;

Por que

Eu ando tão sozinha, eu ando tão carente

E o coração tem vontade de te ter pra sempre
Vem e cai nos meus braços

Deixa eu te amar

Preencha todo esse espaço pois

Há um vazio em seu lugar (2x)
Ohh,Gosto de te olhar quando você sorrir

Já fico a imaginar quando eu vou te ter pra mim

Espero pra te ver passar embaixo da minha janela

Só pra ver se vai me olhar, pra valer a minha espera;

Por que

Eu ando tão sozinha, eu ando tão carente

E o coração tem vontade de te ter pra sempre
Vem e cai nos meus braços

Deixa eu te amar

Preencha todo esse espaço pois

Há um vazio em seu lugar!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009


Razão e respeito...
Consciência das atitudes...
Mesmo com o coração inquieto...
Mantenho a distãncia incerta...
Meus olhos em outras direções...
Mesmo que as vezes...os perco...
e encontro eles...em você...rsrsr
Tudo está tão natural...
Que já conquistei sua atenção...
Já estou no céu...do seu coração...
Carpe Diem...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Eram notas musicais tão frescas e tão doces,singelas tristes e rápidas e feitas especialmente para mim.
Tinham «dó» pela minha tristeza vertebrada,tinham «lá» de uma distância infinita separando-mede mim.
E «ré» de um barco em mar revolto navegando contra as minhas marés interiores.
E «Mi» coração palpitando junto ao cais onde chegaste com as gaivotas,quando «sol» raiava no céu azul com nuvens de algodão que os teus olhos brilhantes chamavam de «Fá»
E o mar de «si» para mim dizia espuma com voz de areia pálida e construía em cada grão espalhado pela praia uma melodia dramática que as ondas não podem jamais apagar como fazem com as pégadas que tristemente separo dos sonhos para a pura realidade descolorida onde a memória toca tudo menos o hino da alegria.---
angel_wings

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Hei! Mãe (autora:Chuli feita para Natália Fernandes)

O Mãe !! Já aprendi a beijar
Já sei até tocar no meu violão
Musicas sobre a vida
Musicas sobre o amor, e o coração.

Agora eu vivo da música
Comprei meu carro e com ele eu viajo
Mais eu nunca vou deixar
De procurar o seu colo e buscar seu abraço
Hei mãe !! Oh mãe !!

Não me de mais brinquedo
Não me de mais boneca
Que agora eu estou crescida
Não sou mais menina
Não sou mais moleca

O Mãe!! Agora eu passo batom
E como na doçura de um beijo
Da essência do som
Eu não faço mais manha
Meu brinquedo agora
É o meu violão

Mãe!!
Até me apaixonei, já sofri, já chorei
Dei a volta por cima
Agora sou gente grande
Sou o teu retrato e com ele
Eu me acho... Hei mãe !! Oh mãe !!

video

Encontro de amigos na Chacára Pecus!(11/10/2009)

Com a presença ilustre da cantora de Bauru Natália Fernandes, e eu tive o grande prazer de tocar algumas canções ao seu lado...um momento muito especial para mim que admiro tanto a cantora!! ADOREI esse momento ficará marcado em mim...como o começo de uma amizade que só tem a nos acrescentar...música, arte e mágica!!!!

sábado, 10 de outubro de 2009

Cachoeira da Marta


É quantas águas já rolaram...
Quantas desventuras...
Frias e geladas já me fizeram sentir frio...
Quantos calafrios...
Mas como tudo na vida passa...
Aqui estou na minha cachueira...
Que já foi palco de muitos acontecimentos...
Mas ao contrario de mim ela não mudou...
Continua bela e gelada...
E eu mudei...
E agora sou mais bela...
E mais calorosa pra viver novas emoções...
Mas mais vivida e calejada...
Essa é a minha vida e as minhas emoções...
E essa é a minha paisagem preferida...
A cachoeira da MARTA